Planejamento da campanha de lançamento do bar e restaurante Espaço 57.

Autor: Tássia Pacheco Moraes Gomes.

Monografia apresentada em cumprimento parcial às exigências do Curso de Comunicação Social da UFF – Universidade Federal Fluminense, para obtenção do grau de Bacharel em Comunicação Social, habilitação Publicidade e Propaganda.

Orientador: Prof.ª. Dr.ª. Patrícia Saldanha.

RESUMO

Este trabalho de conclusão de curso se caracteriza como um projeto experimental prático que tem como proposta planejar uma campanha de lançamento para uma nova opção de lazer para a cidade de Volta Redonda: o bar e restaurante Espaço 57. O Espaço 57 é idealizado para ser um local que receberá pessoas que apreciam degustar boa comida, que buscam um ambiente diferente, agradável, confortável e de qualidade para desfrutar seus momentos de lazer. Na primeira etapa deste trabalho foram realizadas pesquisas bibliográficas consultando o site da prefeitura da cidade de Volta Redonda, análises e estudos realizados por pesquisadores bem como notícias e reportagens visando entender o surgimento da cidade, os pilares econômicos que permitiram seu desenvolvimento, a forma como a cidade se estrutura atualmente, os serviços oferecidos a seus moradores, etc. Após essa pesquisa exploratória foram realizados levantamentos de informações através de estudos e artigos bibliográficos sobre comensalidade, o hábito de comer fora e também sobre o ato de se alimentar por prazer. Em seguida foi realizada uma pesquisa quantitativa fechada onde o objetivo foi obter respostas sobre o hábito de comer fora, as opções de lazer, os costumes e o comportamento dos moradores da cidade de Volta Redonda. Com os dados obtidos na pesquisa foi possível traçar um cenário e chegar a conclusões que permitiram elaborar objetivos e estratégias eficazes para planejar a campanha de lançamento do Espaço 57.

Palavras-chave: Espaço 57; Campanha de lançamento; Auto recompensa; Lazer.

TCC – TÁSSIA GOMES


Crime contra o Direito Autoral, previsto nos Artigos 7, 22, 24, 33, 101 a 110, e 184 a 186 (direitos do Autor formulados pela Lei 9.610/1998) e 299 (falsidade ideológica).