Adriana Barsotti

Professora Adjunta do Instituto de Arte e Comunicação Social (IACS) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da PUC-Rio e mestre em Comunicação Social pela mesma instituição (2012). Vencedora do Prêmio Adelmo Genro Filho 2018 com a tese “Primeira página: do grito no papel ao silêncio no jornalismo em rede” e do Prêmio Compós de Dissertação 2013 com o trabalho “Transformações contemporâneas nas práticas jornalísticas: o jornalista on-line como mobilizador da audiência”. Conquistou o Prêmio Esso de Jornalismo em 1996, com a série de reportagens A História Secreta da Guerrilha do Araguaia, publicada em O Globo, e o Prêmio Esso de Contribuição à Imprensa em 2012, conferido ao Globo a Mais, do qual era editora. Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1988) e pós-graduada em Marketing pela Coppead/UFRJ (2008). Foi repórter em O Estado de S. Paulo e O Globo, chefe da sucursal do Rio de Janeiro da revista Istoé Gente, editora-assistente de política de O Globo, editora do suplemento juvenil Megazine e editora do Globo a Mais, revista para tablets. Também foi gerente de produto de O Globo, função na qual foi responsável pelo planejamento de produtos para site, celular e tablet. Como pesquisadora, atua na área da Comunicação, com foco em inovação, jornalismo digital e convergência midiática. É autora dos livros “Jornalista em mutação: do cão de guarda ao mobilizador de audiência” e “Uma história da primeira página: do grito ao silêncio no jornalismo em rede”, publicados pela Editora Insular.

Entre em contato: barsotti.adriana@gmail.com