Rachel Bertol

Professora no Departamento de Comunicação Social da UFF e no Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano (PPGMC) da mesma instituição. Doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ, com Sanduíche na Universidade de Princeton (EUA). Coordena o projeto de extensão Reconfigurações Jornalísticas. É pesquisadora dos grupos Imprensa e Circulação de Ideias: o papel dos periódicos nos séculos XIX e XX, da Casa de Rui Barbosa, e do Mídia, Memória e Temporalidades (Memento), da UFRJ. Participa da Rede de Grupos de Pesquisa da Historicidade nos Processos Comunicacionais. Possui graduação em Comunicação Social (Jornalismo) pela UFRJ (1993) e Mestrado em Comunicação e Cultura pela mesma universidade (2003). Interessa-se pela história dos meios, a relação entre jornalismo e literatura e aspectos contemporâneos do jornalismo. Foi responsável pela redação do livro Memória de Repórter: Lembranças, casos e outras histórias de jornalistas brasileiros, do Centro de Cultura e Memória do Jornalismo Brasileiro; editora da publicação Princípios Inconstantes, do Itaú Cultural, sobre jornalismo cultural e novas mídias; coordenadora da Machado de Assis Magazine, da Biblioteca Nacional, para divulgar a literatura brasileira no exterior. Trabalhou por 15 anos no jornal O Globo e atuou em veículos como Valor Econômico e o francês Le Monde.

Entre em contato: rachelbertol@gmail.com